Peque, ó pac-man

pacman

o pecado de viver

é as vezes perder

tão importantes partes

belas obras de arte

o pecado de morrer

é deixar de ser

sem saber

se o sonho de morrer

é melhor do que viver

do meu lado o poder

de ser quem quiser ser

de ter qualquer prazer

de ver o sol nascer

e a lua se esconder

e tranca-se a vida

quando não há saída

a alma já perdida

apenas se acomoda

nesse seu corpo tosco

nessa sua casca tonta

no vinco do seu  rosto

no grito e na afronta

Postado por Zuleika Kid

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s