Ditadores

Este slideshow necessita de JavaScript.

Digo que desta suja lista negra
escorre solerte a escória da humanidade
indistintos ditadores em seus dígitos: dor
maldoror assinam morte assassinam o próprio horror

Ó sensacional Duas-caras Idi Amin canibal
pelo rádio ele avisa seu algoz
deixe seus sapatos a beira da estrada
o símbolo, aniquila-fuzila, na calçada

presidente para toda a longa vida
como jean-bedel bokassa
o centro da áfrica arregaça
coroado como napoleão

Ó imperador bufão
com as próprias mãos massacrou
estudantes pseudo-meliantes
merecem ter a coluna vertebral dilacerada
sem espinha nunca mais ficarão de pé

mobutu, rei do zaire, sese seko
pensou ser poderoso guerreiro acompanhado por labaredas
era só um ególatra ladrão
tão guloso  que mal conseguia carregar sua própria pilhagem

anos a fio de má sorte na pobre kampuchea
cabeças hesitantes pensando na apnéia
óculos viram alvo de balas a todo instante
crânios mil pra pol pot na estante

papa doc muito loc
baby doc dando choque
je suis samedi
anéantir kennedy

Anúncios

Um comentário em “Ditadores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s