Fermento da mente

aqui é o prelúdio

no prelúdio do sentimento
o cofre engole a própria chave
febris folhas voam a procura do
seu dono verdadeiro – o dinheiro

sem saber que mexer ali era perigoso
andou e voltou ao mesmo sereno latente
perfumes pérfidos perversos brotam
do âmago do sobrenatural interno

como se o padrão fosse o patrão
como se a invasão invertesse a inversão
sorrateiramente homenageamos as risadas
as mais gastas, as mais merdas

bocejo, ponto de interrogação
esporte mata televisão tormenta
todos os torrents apontam para uma
torrente de torração de saco

piu

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s