Pântano

Parados no tempo pereceremos aqui
paradoxal é o ponto de onde parti
para que pântano? tanta lama…
para que?

tantos temas
tantos tremas
palavras lentas
treme o trem
que traçou aqui
este traço torto
desta vi(d)a morta

podre pântano poderia ser puro

tento o tato tácito
por não ser político
mas eu sou polido
finjo, iludo,
sou o gatomestretudo
bem vindo
é lindo ser um cínico imundo

hey danny boy
somos emissários do inimigo
cuidado conosco caro amigo
visite nosso covil, nosso abrigo
serpentes penetrarão em seu umbigo
jacarés dormirão abraçados contigo
é o pântano querido!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s