O Sonho

Aos pingos o que achavamos sólido se dilui
certezas escorrem por baixo da mesa
perguntas revolteiam num quicar insólito
e nunca o sonhado acontece.

O sonho – cada dia diferente
a vida – vazio vapor indiferente
conexão reiniciada
durante o carregamento da mágoa.

macaquices brasilianas

A coragem de recomeçar novamente
num circo infinito,
um ciclo bem cíclico.
A repetição do garoto-homem
duvidando da verdade da vida
dourado sonho no alto da montanha
um sábio barbudo me contou – era eu*
era deus que era eu
falou – Saia e conte essa novidade ao mundo
não existe salvação
não existe perdão
eu sou apenas um homem
um sábio barbudo
numa caverna imunda
que nada sei
pele
pelo
pulo…

Anúncios

Um comentário em “O Sonho

  1. O sonho é tudo aquilo que fizermos com ele. Um pesadelo pode tornar-se um sonho e o contrário também.

    Obrigado pela visita destes Homens!!!

    Carlota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s