2.Capital

Balbucios que devem ser levados em conta na produção da arte do Hoje:

Outrora todo-poderoso, o capital já não é mais tão forte. Desde que caíram as Torres que se anuncia uma nova era. Nem todo o dinheiro capitalista, americano, judeu, do norte, ou como você preferir chamar foi possível de segurar os malditos aviões em pleno vôo. É o fim da ilusão da onipotência monetária. A arte, todavia, ainda não foi plenamente capaz de refletir isso.

A música, principalmente, ainda está umbilicalmente atrelada às grandes corporações. Os produtos artísticos são criados levando-se em conta o tamanho e o potencial consumidor do nicho mercadológico que devem ocupar. Bispo Barfly já nos falou disso, é um dos itens do Decálogo do Pântano. Venda não é igual a qualidade e é preciso deixar isto bem cristalino. É importante lembrar porém que vários produtos de sucesso, mesmo com um verniz mercadológico considerável, são inegavelmente qualificados. Não generalizemos portanto.

As exceções confirmam a regra. Em inúmeras ocasiões o que sentimos são constantes subversões de valor: quando o valor mercadológico se sobrepõe ao valor artístico da obra. Essas discrepâncias, tão vivas hoje em dia, são o combustível de grande parte dos fenômenos de vendas. Mas estão com os dias contados.

Alguém duvida?

Tandera, abrindo os portais do Pântano

Anúncios

Um comentário em “2.Capital

  1. O dinheiro nem tudo compra. Não compra fé, amor, ideologia.
    Pode até fazer uma música lindíssima, mas se não fôr o que o mercado discográfico mais vende no momento, esqueça.
    Quantos cantores, letras, músicas se têm perdido?!
    Portugal is in the block!!! eheh

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s