As aventuras na Cidadela Oeste – Ouça e baixe

As Aventuras na Cidadela Oeste é o passeio onírico que os Homens do Pântano propõem a você. Uma viagem musical por um mundo apocaliptico situado em alguma dimensão entre o passado e o futuro. Camadas de guitarras setentistas, linhas de baixo com um pé no reggae, rap irônico e incisivo em cima de bases grooveadas temperadas com um cavaquinho psicodélico. Coloque no volume máximo e curta o som!

Duplicando o induplicável

Deus não foi bom

não deu nada para mim

Esse destino safado

só me deu coisa ruim

Sou o Velho Louco Surdo

E eu só sei reclamar

Eu sou um-sete-um

e eu vou meter um agá

Mas eu não vou te enganar

Nada pra mim faz sentido

Não vejo nada bem claro

Não sei se eu sou bandido

Fico pensando as vezes

Se essa melancolia

É porque eu saco o mundo

Ou é só mesmo euforia

Dessa droga poderosa

Que injetaram em mim

Que me causou a cegueira

Por isso que eu sou assim

Faço o estilo açougueiro

Vou cortando na carne

A morte eu vejo no sangue

E vai queimar na fogueira

Essa é minha gangue

A turma só da doideira

Dando um beijo na vida

Eu vejo o mundo da sorte

Esse destino safado

Que me pegou de consorte

O Absurdo mortal só por puro esporte

Velho Louco Surdo desafia a morte


1272 – O símbolo da vitória.

por Negozul

A imagem representativa dos homens do pântano concebido por nosso companheiro Jonny B-Good me traz agridoces memórias. A visão de tal simbologia me lembrou um acontecimento ocorrido no longínquo ano de 1272.

Antes das batalhas que ocorreram naquela fatídica ocasião eu havia visto este mesmo símbolo em meus sonhos.

Uma sangrenta guerra rasga a fronteira entre a África e a Ásia. Lutavam em confraria os Samurais Zen e os povos mongóis contra os Besouros de Metal, estranhíssimos contigentes milicianos caucasianos em suas armaduras.

Inspirado pela visão onírica do símbolo, uni-me aos samurais do clã zen. O símbolo do pântano visto em meus encontros com Morfeu representa a união com os samurais zen. A visão equilibradora do desenho foi a responsável pela selagem absoluta do potencial dos arautos da guerra.

E ficamos sete semanas no campo de batalha. E aprendi o que eram as silenciosas palmas de uma mão só. Os guerreiros do furacão estavam tão imbuídos do objetivo da morte dos Besouros de Metal que mesmo em número muito menor triunfaram. Poucos sobreviveram para relatar estas lendas.

Quando os monges locais recontaram esta saga 100 anos depois já chamavam os Guerreiros Zen de Kamikazes, os deuses do vento. Em virtude da ampla utilização daquela técnica durante os conflitos.

Jam Pantanosa – geléia de lodo e lama

Falaram que um barulhinho bacana pode ser sacana. Curti essa parada mano. Guitarras de Jony Hiraquiano que correm loucas, bateras de Marquinho “pica pau maluco” e Dub monster bass bass no comando de Marcito. Negozul faz uma aparição relâmpago.

Isso não é necessariamente uma canção. Nem necessariamente será. Sabemos apenas que quando as coisas não caminham do jeito que imaginamos o objetivo passa automaticamente a ser tirar leite de pedra.

Foi assim que nasceram os pantanosos, é assim que continuaremos nossa trajetória. Nada pode deter os monstros da lama, as criaturas do charco, os seres do lodo. Tudo isso e muito mais você assiste só aqui na TV Pântano.

da bassman

A cor do cheiro

a cor do cheiro dessa palavra

inebria-nos constantemente

sinto o odor da larva

que pulsa nascendo urgente

ela diz a verdade

que cabe em um poema

super grilous family

outros poemastem outras verdades

ela diz que somos estrelas

no céu;grãos

de areia

peças pequenas

no multiverso


veja só você


o inverso d´eu

é tu que somos todos

os gafanhotos golfando

as maçanetas de madeira morta

vasta floresta ombrando deus

deus obra sua deusdade sendo eu

dobrem-se impunes

não estão imunes

ao ódio meu

Pitangus sulphuratus

No fusca do Pântano mané!

Underground
O underground é estar aqui
é ser você e ser real
é poder ser o dono do capital
fazer valer cada real
É ser seu próprio motorista
E dentro deste negro carro
venda um som, uma revista
e tire um sarro
seja artista
sei lá
e é tudo isso e muito menos, é se fuder mas nunca desistir
ser under é não ter raiva do mainstream
dialeticamente mudar tudo se continuar sendo o mesmo
assim serás feliz
um traço de nada
um troço, um ínfimo descaso esquecido
mais jamais esquecerás que isto está grudado em você
mil manchas indeléveis em seu couro …
só o canto as libertará
de sua jaula só o poema é a chave
do imaginário precipício que despencas
não há pára-quedas
não há regras
só há
o ar
***BAIXE AGORA***
Complete seu álbum de figurinhas já que coisas novas virão por aí:
Ep Pancadão de 5 + Capinha em PDF pronta pra imprimir
http://www.4shared.com/dir/6480957/38ee4c07/EP_-__Pancado_de_5.html
Nossos singles em parceria com DJ Fluorenzo
http://www.4shared.com/dir/6622962/ced89a6a/Remixes_e_singles.html

anjos pantanosos

scary people

Tandera e Tio Ni

Tandera e Tio Ni

Grutaria#18

O som, o sol e suas centelhas indiscretas

esquina_louca

No devaneio do lírico inferno, resta apenas a fama morta. Resta somente o espúrio som do grave ribombando. Domina seus tímpanos e ressoa através de sua caixa craniana.  Perguntamos todos ostensivamente quem é o responsável. Se nem nós mesmos podemos responder, como eleger líderes competentes? Na esquina sombria, solucionamos diagramas, palavras-cruzadas, passatempos diferenciados. Foco no correto, desfocamos o incerto. Miramos no alerta vermelho, desfiguramos o código-morse. Morte, morte, será que ela é tão forte. Unhas de acrílico desmedido. Rompemos o coração do bandido. O sangue espirra, DJ Sany Pitbull solta as batidas muito antes reprimidas. O rock é dionisíaco. Afrodisíaco, africana mente, ditaduras diferentes aniquilam muita gente. Solta um quilo de carne quente. O ouvido ouve o som. O som surda o surto do ruminante fingido. Um rinoceronte arranca como uma máquina de mil cavalos. Espirra, olha-te de soslaio. Repugna-se ao descobrir que nada, nada será transcendente. A música que fazemos, as letras que cantamos, os restos que vamos deixando pelo caminho. Nada disso será bastante. Nada. A ilusão da plenitude é apenas o que basta. Ela nos leva como folhas no vento na direção do infinito utópico. Mas para quê tudo isso?

Postado por Van Gosling

SEMI-FINAL DO DUELO NO SALOON – PRECISAMOS DE VC

saloon_quartas_02

Amigos, num costumo impregnar, mas desta vez precisamos q vcs nos deem essa moral. Pintem lá no Saloon nesta terça em Botafogo para ver e votar nos Homens do Pântano. O festival vai dar um prêmio de 8 paus, então é agora.

10/03 TERÇA – DUELO NO SALOON – SEMI-FINAL Saloon 79 – Rua Pinheiro Guimarães 79 – Botafogo Ingresso: R$ 10 19:00 Homens do Pântano + outras bandas

Olha só o que o site do Saloon disse sobre nós

“Homens do Pântano – Que presença!!! Que show!! Que banda!!! Comentar esta apresentação é simplesmente falar que só vendo para apreciar a inovação e criatividade desses caras!!! Mistura perfeita de rock, funk (no melhor termo da palavra), rap e samba rock!!! Provaram mais uma vez que são grandes favoritos ao prêmio!!!!”