Pântano

Onde nascemos nós os mutantes
É o pântano pleno de água abundante
Charco plano cheio de vida
Mangue molhado da morte sofrida
Entulho atolado enlameado
Vapores sulforosos sobem rumo ao céu almiscarado
Pantanal, Paraguai, Manguetown
Para com isso pantaneiro
Inundação aqui no meu terreiro
do Brejo um beijo
lamaçal
Podre é o nosso poder
Nada aqui nunca resseca
Sapo, rã, jacaré, perereca
Maguari, socó, biguá já tá careca
Capivara, anta, onça
Todos juntos na mesma dança
Lá na casa do gambá
Vamos todos festejar
Aqui no pântano é o que há
Sabe lá se o sabiá sabia assoviar
Ele veio pra contar
É o must
ser lacustre
Vamos todos se afogar
Um gostinho desse lodo
Some partes mais que o todo

http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A2ntano

http://desciclo.pedia.ws/wiki/P%C3%A2ntano

Pântano

Parados no tempo pereceremos aqui
paradoxal é o ponto de onde parti
para que pântano? tanta lama…
para que?

tantos temas
tantos tremas
palavras lentas
treme o trem
que traçou aqui
este traço torto
desta vi(d)a morta

podre pântano poderia ser puro

tento o tato tácito
por não ser político
mas eu sou polido
finjo, iludo,
sou o gatomestretudo
bem vindo
é lindo ser um cínico imundo

hey danny boy
somos emissários do inimigo
cuidado conosco caro amigo
visite nosso covil, nosso abrigo
serpentes penetrarão em seu umbigo
jacarés dormirão abraçados contigo
é o pântano querido!

Mentiras do futebol-Mental

gomos

Aumentando minha condenação de dois mil anos no inferno faço um upgrade para três mil anos de inverno. Num satânico instante sádicos levantem-se e sintam o frio, o arrepio, o fio da meada. Nada. Um novelo enrolado. Estou no corner, num canto apanhando dum boxeador malandro.

De dentro do caldeirão como cenouras como se estivesse num cozido de José, o jacaré. Arrebento a corda que no fundo me prende à minha própria consciência. Sinto o odor das cebolas temperadas com marijuana. Choro. Sofro. Sou.

Sem ser o que eu sou. Soro sai da minhas veias. Sinto uma dor interna que nunca sara, NUNCA SERÁ, NUNCA será. Briga, briga com a barriga. é a idade avisa. Vista essa camisa.  Desencostaí da baliza.

Van Gosling,  mestiço surinamês vivendo em Amsterdã