Ressaca

Quando Netuno se irrita, ele atiça o oceano

cospe vagalhões infinitos, faz das ondas brinquedos

sou a onda, a mera força física que as atira na enseada

sou vontade do irascível netuno

de cada grão-de-areia sou uno

na ressaca infinita

sou a morte na areia bem dura

que alimenta o urubu faminto

jaz defunto moribundo pinguim

na espuma vazia sou  a vida

Share